Eloy Fonseca

Há sempre algo de ausente que me atormenta. (CamilleClaudel)

Perfil
Para mostrar meu perfil,
Não vou gastar meu trocado,
Seguirei o exemplo do Brasil,
Pedindo um emprestado!


Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro de escuridão e rutilância,
Sofro, desde a epigênesis da infância,
A influência má dos signos do zodíaco!
(A. dos Anjos)
Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras